segunda-feira, 21 de janeiro de 2008

O meu jeitinho especial

Tenho um jeitinho especial para dar cabo de computadores! Em pouco tempo consigo instalar um vírus, apagar ficheiros que não podiam ser apagados, arranjar erros irrecuperáveis que depois necessitam a toda a hora enviar um relatório de erros para o raio que o parta... Enfim, quando precisarem de se ocupar com algum problema num qualquer dia de tédio, basta pedir que eu vá ao vosso computador fazer qualquer coisa simples, que ficam com o que fazer para o resto da semana.


O meu pc nunca dura mais de 6 meses sem ser formatado. Aliás, 6 meses são o recorde.

Desta vez, não consegui ultrapassar os 6 meses. Ao fim de 15 dias ou um mês de ter ido para arranjar e de ter voltado todo limpinho do técnico, já eu tinha um vírus a residir no meu pc. Vírus esse que se afeiçoou tanto a mim (o que de resto é facílimo de acontecer), que se recusava a sair com tudo o eram anti-vírus.

Eu também não me importei, simplesmente me adaptei ao fulano e passei a desligar o pc directamente na tomada, uma vez que o vírus afectou o botão onde se carregava para o desligar. Tantas vezes fiz isto que o pc não teve para meias medidas: amuou e resolveu passar a dizer que tinha um erro no CPU e mais não sei o quê, que eu não percebo nada... Nem me importei, continuei a utilizá-lo como se fosse assim que ele tivesse vindo da Worten para a minha casa.


Hoje não fui às aulas, tive uma reunião aqui numa escola em Portimão e acabei por ficar com a tarde livre porque a reunião demorou mais do que o previsto e já não tinha como chegar a horas à tarde. Dou por mim sem nada que fazer, ou por outra, sem me apetecer fazer os milhares de coisas que tinha pendentes e o que faço eu? Atirei-me ao pc e começo a copiar tudo o que lá tinha para Cds. Depois de ter levado umas 3 horas neste serviço, salvando milhares (entenda-se centenas, eu exagero sempre porque acho mais giro) de fotos, testes, fichas, contactos de mail, favoritos, músicas, etc, etc, resolvi formatar. Passado mais de uma hora a instalar o cd do Windows XP, aquilo resolveu reiniciar e dou com o mesmo problema, ou seja, continuava a dizer que havia sei lá o quê no CPU e que portanto o pc não estava nada bem, necessitando ainda de carregar, sempre que se ligava, na tecla F1, para entrar no ambiente de trabalho. Conclui que possivelmente não seria o vírus, mas o pc que não estava bom.

Depois disto, já eu tinha jantado e tudo, resolvi informar-me com um colega de informática sobre a solução para o problema. Diz ele: "É simples, basta entrares no BIO (que não faço ideia o que seja) e voltares a sair depois de gravares". Seguindo as instruções dele, em dois minutos tinha o problema resolvido. A medo perguntei: "Não era preciso ter formatado o pc para resolver isto????????". Resposta dele: "Não, bastava fazeres isto!"


Beijos e Abraços

2 comentários:

Anónimo disse...

Realmente....tens mesmo jeitinho para a coisa....no meu pc é que não metes lá a mão!!!

Bjs, Zuky

be disse...

fica distante,ok?
(mas só do pc)
beijos

be