domingo, 10 de fevereiro de 2008





Este programa é patrocinado por:

RÁDIO POPULAR, loja de electrodomésticos
ATUM BOM PETISCO
IOL.PT

1 CASA
12 PESSOAS
120 DIAS
SEM PRIVACIDADE
100 MIL EUROS


Que saudades!!!!!!

Começou no dia 3 de Setembro de 2000. Estava eu em Armação de Pêra colado ao sofá em frente da TV, com a minha ex-mulher e a minha avó. Quando começou o directo, o Gonçalo, que já tinha ido fazer oó, começou a chorar. Fiquei doido!!! Com tanto tempo que tinha tido para chorar durante o dia, aguardou o início do programa para interromper o silêncio obrigatório. Eu, que há mais de um mês olhava para a TVI e a toda a hora era confrontado com a contagem decrescente dos dias que faltavam para o início do programa, finalmente o tinha na frente dos olhos e miúdo não se calava…

No dia seguinte, na praia, já eu sabia o nome de todos os concorrentes e já tinha voltado da praia a casa duas vezes para não perder os Big Brother Extra que davam, todos os dias, ao longo da tarde.

Eu vibrava todas 3ªs feiras e todos os Domingos, que eram os dias do Big Brother Especial, em directo com a Teresa Guilherme e com o banana no Pedro Miguel Ramos. O que eu adorava a música da abertura dos directos, essa que está aí por cima no vídeo do You Tube.

No directo do Domingo, dias das nomeações, chegava a preencher tudo numa folha feita por mim no Word. Se por acaso o Marco dissesse à Teresa Guilherme ou na casa que não tinha nomeado o Zé Maria e afinal tinha, eu podia PROVAR com os meus registos todos!!!! Além do mais, conseguia mais ou menos prever as nomeações seguintes, a partir das nomeações anteriores.

Não havia revista que não fizesse capa com as novidades do BB. E eu lá passava desinformado? Óbvio que não!!! Lá ia eu passar todas as tardes ao Modelo para ler tudo à borla… Não bastasse isso, lia todas as novidades fresquinhas no site da TVI.

O Jornal Nacional, abria sempre com um destaque daquilo que de importante se tinha passado na casa mais famosa deste mundo e do outro. A toda a hora estavam também a passar as novidades em rodapé. Não sei se se lembram, mas até ao BB, não havia o hábito das notícias serem anunciadas com destaques no rodapé.

O País parava para ver, e ninguém dizia que via…

Nas quartas-feiras de manhã, às 8.00h e cheio de sono devido à noitada anterior (directo das expulsões), lá ia eu para a escola, doido para debater as nomeações e o debate ficava reduzido a mim e a uma colega, pois éramos os únicos com a cara de pau de não só admitir, como também dizer que víamos e que não perdíamos um minuto, nem que aquilo acabasse às 2 da manhã. Os outros nunca tinham visto nada, mas não só sabiam o nome de todos os concorrentes, como as características pessoais de cada um deles e quem nomeou quem. Sabiam porque estas coisas aconteciam sempre num dos intervalos de um qualquer programa intelectual do canal 2. No meio do zapping, aparecia-lhes aquilo pela frente, o botão do comando avariava e tinham que levar com o Big Brother… Claro que se iam deitar logo a seguir, nunca viam o final, mas sabiam, sem conseguir depois explicar porquê, quem estava a nomeações e quem tinha acabado de sair da casa no 3ª feira anterior.
A seguir às aulas, lá tinha eu que ir para no intervalo, ter com os alunos, conversar destes assuntos importantérrimos…

Quando o Marco foi expulso da casa, quase nem consegui dar aulas. Por um lado tinha os alunos todos doidos a quererem ir para casa ver a TVI na esperança de haver novidades, por outro era o meu telemóvel a receber mensagens a toda a hora para contarem e/ou saberem pormenores…

Não pensem vocês que a maluqueira me passou quando acabou o BB1! Vi também o BB2, o BB3, o BB Famosos 1 e o BB Famosos 2. Para que vejam, cheguei ao ponto de ir jantar ao “Canto dos Pratos”, restaurante que entretanto o Zé Maria, o Ikas (vencedor do BB2) e a parvinha da Rosa tinham aberto no Bairro Alto. Fui eu e mais amigos, todos fãs do BB. Quando lá chegámos, fomos informados que o estupor do Zé Maria tinha ido passar o fim-de-semana a Barrancos. Desesperados perguntámos logo pelo Ikas… Lá veio o Ikas para a nossa mesa, conversar connosco… Já não me lembro como foi, mas lá arranjei maneira de vir para casa com um autógrafo do rapaz, com a desculpa que não era para mim, era para o Gongom…


Apesar do BB2 ter tido quase os mesmos níveis de audiência do primeiro, a partir do BB3 o interesse começou a desaparecer aos poucos. Claro que também foi devido ao horário de transmissão do BB3, não ser dos melhores…
O BB Famosos recuperou as audiências, mas quando deixou de ser novidade, perdeu-as novamente durante o BB Famosos 2.

Seja como for, os concorrentes do BB1 serão sempre os que deixaram mais recordações.


Quem não se lembra destes?

- A Riquita que, apesar de só ter estado 3 dias na casa, ficou conhecida por ter sido a primeira concorrente expulsa. Muito se falou na altura que a sua saída tinha sido por causa do preconceito dos Portugueses em relação ao facto de ser a mais velha do grupo. Para mim não teve nada a ver com isso, mas isso também não interessa nada…

- A Sónia que dizia que falar de sexo era a mesma coisa que comer um iogurte.
Também nunca mais me esqueço do que a Sónia disse ao Marco depois de ter apanhado o pontapé: “Peço desculpa, peço desculpa” (por ter apanhado um pontapé)…

- Das frases feitas do Zé Maria que começavam sempre com um “quer queiramos, quer não, …”

- A Susana, mais conhecida por “Cabeça Amarela”, que não teve a coragem de assumir o que o País todo queria ver, por causa do cabrão do “Bolinha de Pêlo”...

- A Célia que nem parecia interessada no Telmo, mas quando suspeitou que o romance da Marta e do Marco estava a dar popularidade, logo se interessou pelo rapaz. Claro que jurou sempre a pés juntos que as tropas não entraram no forte… O problema foi o Telmo, inoportunamente, ter perguntado no meio dos lençóis: “Gostaste???” E ela ter respondido: ”Gosteiiiii!!!!!!!!”

- O Telmo, além de só falar da tropa, volta e meia distraía-se e lá aplicava as bacoradas que só ele sabia dizer, da forma mais convicta que havia. Lembram-se das “órgias”???

- A Marta, que era a que dizia as coisas mais acertadas dentro daquela casa, sempre coerente em tudo e depois saiu-se com aquele relacionamento com o Marco. Perdeu 1000 pontos na minha consideração…

- O Marco, também ele com a mania que sabia e que mandava em tudo e todos, bateu na outra e ainda saiu mais popular do que se não o tivesse feito. Detestava-o e detesto ainda, é claro...

- O Mário que além de não se calar com o “tás a ver?”, se julgava tão bom, tão bom, tão bom que imortalizou a sua cara de cu no programa, ao ser avisado que tinha 5 minutos para pegar nos tarecos e abandonar a casa. O coitado, por nunca ter tido nomeações nenhumas, julgava-se o mais popular e irremediavelmente, o vencedor do programa. ADOREI a saída dele!

O coitado do Zé Maria, descansado que estava com a sua vida organizada dentro da casa mais famosa do país, no último dia do programa, pouco tempo depois da meia-noite, sai da casa vestido à Peter Pan (fato desenhado por ele) no meio de um fogo de artifício que nunca mais acabava, é levado à força de Helicóptero para Barrancos e aplaudido por todos os seus conterrâneos como se fosse Deus, com direito a emissões em directo da TVI… Não sei se lembram a música dos seus melhores momentos, no dia em que saiu da casa: “The Great Pretender”. Porque seria que a produção a escolheu?

Por que razão eu andei, durante quase 15 dias, com esta contagem decrescente nos posts do blog? Resolvi utilizar a mesma campanha publicitária que a TVI utilizou para prender as pessoas no dia da estreia do BB, com o objectivo de publicitar também o meu blog. É por isso que vocês cá estão a ler hoje… LOL

Pronto! Caiu um mito!
Uma imagem conseguida a ferros para os leitores do blog e agora pronto, tudo pelo cano abaixo. Tudo porque… EU VIA O BB!
Por outro lado, quem me conhece há mais tempo, reconhece-me logo neste post. Este post é a minha cara e os meus amigos mais antigos dirão logo: sim, este é o Z.Miguel de sempre. LOL

Hoje, duvido que visse o Big Brother… Eu não ligo a televisão quando estou em casa, sinto uma aversão inexplicável… Há uns tempos “obriguei-me” a ver uma telenovela para ver se voltava a interessar-me por qualquer coisa da TV. Acabou a dita novela e eu voltei a fechar a televisão até hoje. Só se abre nos 15 dias em que estou com os miúdos e, ainda assim, no canal Panda.





O Big Brother acabou, ou o formato do programa é que se alterou? Não estaremos, eu e vocês que me estão a ler, a fazer o mesmo que há 10 anos? Ler a vida dos outros, através de blog e expondo aquilo que queremos também através de posts?










BEIJOS E ABRAÇOS

3 comentários:

melocoton disse...

Admiro as pessoas, como tu, que conseguem memorizar os pormenores de uma mera série que entretanto foi substituida por outras....e continuam a gostar como fosse única e extraordinária.....
Só mesmo tu!!!!!!!!!!

Kika disse...

What a great hapenning.
What a great production.
Ainda temi que a contagem decrescente desse origem a um grande flop e que não servisse para mais nada a não ser para tu jogares em cara de todos um "Tão a ver? Tão a ver como a partir do nada se faz um show?"
Era a tua cara fazeres isso.
No fundo acabaste por fazê-lo....mas de uma forma muito bem feita.
Não esperava uma coisa destas....e possessa que andei a magicar qual seria a invenção.
Só tu para te lembrares disto.
Só tu para levares à cena tudo isto.
Também eu tinha cegueira pelo BB, não com a minucia de pormenor que tu sempre pões em tudo, mas sim, tambem eu levava com um papelito, sentada no sofá, a apontar as nomeaçoes, para que a meio do serão pudesse antecipar aquilo que a Srª Dª Teresa Guilherme diria lá muito para dentro da madrugada:quem era nomeado.
Tambem eu fiquei escandalizadissima com o pontapé do Marco e lembro-me das resmas e paletes de conversas sobre o tema. O país parou.
Os outros BB acompanhei...mas nunca com a febre do primeiro.
Se fosse hoje não veria nada de nada. Tal como tu deixei de ver Tv....é uma aversão mesmo...parece que se me entorpece o cerebro ao olhar para a dita cuja.
Mas....olhando para trás...acho que aquela gente foi pioneira.
Eu achei uma coisa inconcebivel alguem expôr-se daquela forma...achei que eram pobres de espirito e pessoas que não saberiam fazer mais nada...mas hoje chego à conclusão que aquela experiência não fez com que aquelas pessoas perdessem alguma coisa...só ganharam.
Anteciparam uma tendência...dismistificaram o conceito de exposição...e no fundo permitiram que hoje nós nos exponhamos desta forma escrevendo em blogues, estando no hi5...e aceitemos esta devassa da nossa intimidade sem qualquer comichão.
É assim que eu vejo a "coisa".
Como uma evolução dos costumes...ideia muito diferente daquela que tinha a data do começo do BB.

Bj

Andarilho disse...

P/ Kika: Ameiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii este comment....
Só tu mesmo para fazê-lo. É por isso ou por outra, também por isso, que eu gosto muiittoooooooooooo de ti e não concebo que tu nalgum dia não faças parte da minha vida.
Ri, ao ler, do início ao fim.

Bjs
Z.Miguel

P.S. Já te disse que estou apaixonado pela MINHA M??????????????? Acho que já, mas é sempre bom relembrar, não vás tu esquecer-te!

Beijossssssssssss