sábado, 16 de agosto de 2008

DIETA LOUCA

220 km depois, cheguei finalmente à praia!! Não, não fui para a Praia Grande, nem para a praia das Maçãs. Fui para a Zambujeira mesmo!!! Tive foi que ir primeiro a Armação, depois a Portimão, depois a Lagoa, depois voltar a Odeceixe e só depois seguir para a Zambujeira.

Acabei de estacionar o carro junto da praia e o que me fui lembrar??? Que me tinha esquecido das sandes em casa, em cima da mesa da sala. Ia tendo um ataque de nervos!!!E o pior??? Eu que passo sempre pela Baiona e compro bolo de iogurte e de torresmos, hoje inovei e resolvi comprar só o bolo de torresmos que é minúsculo. Resultado: levei o dia todo praticamente a pão e água, sendo que não tinha pão. Apesar de semi-nublado a praia esteve óptima. O problema era mesmo a falta de comida. Resolvi dormir para esquecer. Quando estava quase, quase, toca o telemóvel... Enfim...

Se este incidente tivesse ocorrido ontem, não tinha mal nenhum. Hoje é que não estava mesmo nos meus planos. Porque é que ontem não tinha problema?? Eu conto! Depois de ouvir meio mundo a falar mal da minha barriga, eu próprio convenci-me de que estava um pote de banha. A agravar a situação, na quarta-feira pesei-me e o estupor da balança assinalou que eu me encontrava com 3 Kg a mais do que os que tinha antes de ir para Amesterdão. O pior é que já antes disso o pessoal ousava mencionar que eu estava com uma barriga enorme. Eu apenas me rendia às evidências após as refeições onde de facto constatava que ela não se encontrava no seu devido lugar... Adiante. Resolvi fazer então uma dieta intensiva e rápida. Eu a fazer dieta!!! Ao que isto chegou!!! Há uns anos era tão magro que até tinha vergonha de o ser. Ao ponto de quando fui fazer a inspecção para o serviço militar me terem dito que eu estava subnutrido, coisa que me ofendeu e traumatizou. Agora, a braços com uma dieta!!!

Que faço eu??? Google comigo!!! E comecei a escrever palavras: "dieta desequilibrada", "dietas loucas", "perder peso rápido", "dieta para barriga",... Esperava encontrar uma daquelas dietas super-desequilibradas que anunciam a perda de 10 kg numa semana. Como os 10 kg nunca se perdem, fica-se sempre pelos 2-3 kg, achei que seria o indicado para mim. Depois de ver um monte de páginas da net, encontrei uma dieta que parecia muito conceituada, já que era mencionada num monte de sites (boa estratégia para comprovar que os sites são fidedignos): DIETA DOS PONTOS. Gostei!!! Consiste em comer o que se quiser por dia desde que não se ultrapassem os pontos. Há uma lista enorme de alimentos e, para cada um deles, é dada uma pontuação de acordo com as calorias que fornecem. O segredo será não ultrapassar os pontos adequados a cada pessoa. Próximo passo: determinar o número de pontos adequados a mim. Tive que correr um monte de sites até encontrar um que me permitisse calcular os pontos. Achei finalmente, ao fim de meia hora de pesquisa. Introduzi a idade, peso, estatura e determinei o meu índice de massa corporal (IMC). Ia-me dando uma coisa quando aparece uma notinha ao lado do meu IMC a dizer que estava dentro dos parâmetros normais. Não desisti. Procurei mais sites, na cegueira de determinar os meu nº de pontos, quando finalmente cheguei a um que tinha um questionário que nunca mais acabava. Respondi a tudo certinho. Para não dar barraca até disse que raramente me levantava da cadeira e que tinha uma vida muito inactiva e sedentária, com o objectivo de agravar a situação. No fim aparece-me o resultado: NÃO DEVE FAZER DIETA. O SEU PESO ENCONTRA-SE ABAIXO DO PESO NORMAL OU, NO PESO NORMAL!!!!!!!!!!!!!!!!!! Nem sei se fiquei contente, se fiquei para morrer...

BEIJOS E ABRAÇOS

7 comentários:

Anónimo disse...

:)


...

Anónimo disse...

Olá, boa noite, Andarilho!

A questão que levanta no post de hoje é bastante interessante.

Perder ou não perder peso, eis a questão!!!!

Quer perder peso porque acha que está mesmo a ficar um "pote de banha" (palavras suas)ou simplesmente porque o tal meio-mundo anda a falar mal da sua barriga????

Aqui vai uma sugestão:

1º- O importante é saber se gosta de si como é, e sentir-se bem quando se olha ao espelho.

2º- Tomar uma decisão. Sim ou não à dieta?????

3º- Estabelecer um objectivo : quantos quilos perder.

4º- Decidir qual o tipo de dieta/regime alimentar a seguir (de preferência com o acompanhamento de um Nutricionista/Dietista).

5º- Levar a sério todo este processo.

Perder peso não é tão difícil como parece.

Até...

Andarilho disse...

P/ Anónima:
Poissssssssssssss. A minha barriga não está nada bem, não... Precisava de emagrecer uns 3 kg, mas nem pensar que vou marcar consulta num dietista/nutricionista. E sei que não posso comer gorduras e essas coisas todas, mas não me apetece fazer dieta nenhuma. Sou um caso perdido.
;)

Anónimo disse...

Olhe que não...

Vamos a isso???? ;)

Até...

Me disse...

A melhor dieta: ter um estômago pequeno e não se conseguir comer muito!
Assim, come-se 8 vezes por dia e sempre pouco!
O problema agora é a maquineta do pão, mas como nunca me importei com o peso, toca a comer!
BJ e boa praia! ;)

Bé disse...

No teu caso,a questão será "apenas"a dita barriguinha,pois é muito comum,acumularmos gordura nessa zona...
Se realmente estás com o peso ideal,trata-se de gordura acumulada,que se instalou nessa área,a solução passaria,pela contenção, ou mesmo ausência de fritos,carnes vermelhas e os docinhos,ou então exercicío fisico.
Mas não é muito fácil não.
Bjs

Andarilho disse...

P/ Anónima:
Vamos a isso?? Vai ensinar-me??? LOL. A verdade é que eu não me apetece fazer dieta nenhuma. Eu também emagreço com facilidade, basta comer "mal" dois ou três dias e perco logo peso. Óbvio que quando escrevi que estava um pote de banha estava no exagero!!! Tenho fotos aqui no blog que podem provar!!!
Bjs

P/ me:
Esqueceste-te de acrescentar: "não beber cerveja (ou outras bebidas com gás) porque alarga o estômago". Li anteontem na net durante as minhas pesquisas. Já sabia que a cerveja fazia barriga, agora percebi a razão.
Bj

P/ Bé:
Não é fácil, não... A idade não perdoa! Essa é que é essa!!!
Bjs