quinta-feira, 4 de setembro de 2008

Enredos

Ao contrário da maioria das pessoas, eu atendo e dou conversa a todas as pessoas que me telefonam com o propósito de me convencer a aderir a qualquer promoção. Adoro estar de conversa com este pessoal.

No ano passado lembro-me de estar em Odeceixe ao telefone com uma operadora da TMN por causa da internet no telemóvel à borla. Eu não conseguia instalar nem por nada o software no telefone e já só falava com ela para pedir os esclarecimentos, tantos já tinham sido os telefonemas. Já estávamos tão íntimos que já nos riamos os dois às gargalhadas, com as barracas que eu dava. Fiquei com pena e tudo de lhe perder o contacto.

Este ano, no início de Agosto, telefonaram-me da TV Cabo para ver se me faziam aderir a uma promoção por causa do telefone fixo. Fiquei doente porque não estava na posse da minha factura. Obviamente que não vou com este tipo de coisas para férias (embora vá com outras coisas quem não lembram a ninguém). Outro qualquer despachava a pessoa, tinha esse pretexto. Já eu não, disse para me telefonarem depois porque eu não podia dizer nem que sim, nem que não e muito menos queria perder a oportunidade de ter a promoção se fosse interessante. Combinei então que me voltariam a telefonar no dia 4 (hoje). Muitas vezes faço isto.

"Olhe, não posso falar agora, mas gostava que me telefonasse depois. Veja lá, não se esqueça... O melhor é apontar num papelinho."

Tal como combinado, hoje lá me telefonou a Mónica da TV Cabo. Na segunda-feira vêm-me instalar o telefone fixo (para nada, nunca uso). Fico a pagar menos do que pago actualmente de internet (com o mesmo tráfego ilimitado e a mesma velocidade). Também do serviço de TV pago menos. Tenho o pacote clássico, mas só pago o selecção uma vez que sou considerado por eles cliente de risco. É só gostar da promoção e mudo logo para a Cabovisão ou outra coisa qualquer. Amanhã telefonam para o Carlos (dei-lhes o número dele).

É o que dá uma pessoa viver na miséria. Depois tenho que andar nestes enredos.

BEIJOS E ABRAÇOS

Não sei porquê, agora não me apetece andar net afora à procura de imagens. Deixo o post nesta figura e pronto.

6 comentários:

Me disse...

Olá!
É, de facto, um enredo.
Eu detesto falar com essa gente ao telefone, especialmente quando me telefonam do banco a tentar que eu adira a um cartão de crédito qualquer às 9 da manhã e eu estou a dormir...
Há vezes que nem me lembro do que disse ao telefone...
BJ

Anónimo disse...

Ora bem... de volta ao exercício das minhas funções... compete-me a mim comentar tão (des)requintado post:
1º- "Ao contrário da maioria das pessoas..." pois que sempre pensei que gostavas de ser original e diferente...
2º- "Adoro estar de conversa com este pessoal"... Mas e com quem não gostas de estar à conversa??? Tagarelas....
3º- "Fiquei com pena e tudo de lhe perder o contacto" Não consigo te identificar nesta frase, pelo simples facto de não lhe teres logo pedido (no 1º contacto telefónico ainda) o mail, msn, hi5, nº telemóvel (96.......), NIB, BI, Segurança Social, nº carta condução e habilitações literárias... francamente!...
4º- "Obviamente que não vou com este tipo de coisas para férias (embora vá com outras coisas que não lembram a ninguém)". Só tu mesmo para levares o saco de água quente para aqueceres os pés; o patinho amarelo de borracha, companheiro dos banhos; a moldura com a foto da bisavó; o dossier (organizado) da Direcção de Turma e o mais recente quadro pintado por ti... sem esquecer o peluche de estimação, sem o qual não consegues adormecer, nem por nada!...
5º- "O melhor é apontar num papelinho"... vejam só, faz o que eu te digo, não faças o que eu faço (outra daquelas expressões magníficas!)
6º- "hoje lá me telefonou a Mónica"... espero que desta vez tenhas lembrado de lhe pedir... (vide ponto 3)
7º- "fico a pagar menos do que pago actualmente..." sinónimo de andarilho e nada mais a acrescentar...
8º- "cliente de risco"???... risco do quê???... de serem eles a quererem cessar o contrato com uma pessoa.... hum.... (faltam-me as palavras).... assim.... para o chato???
9º- "Amanhã telefonam para o Carlos"... e porque não telefonam para os restantes números que tens para aí memorizados na agenda do teu telemóvel???... forreta...
10º- Miséria??? Desde quando uma pessoa que, em menos de 1 ano, já visitou 6 países (por bondade descontei Espanha, que esse não conta, por estar muito próximo daqui!)
11º(e último ponto) - figurinha miserável este post!... Ao menos andavas à procura "net afora" de possíveis imagens da Mónica, enquanto ainda estavas ao telefone com ela, NÃO???

Bjs :P
Di

Bé disse...

Acho que não conheço ninguém,que lhe agrade esse tipo de telefonemas,e muito menos conversar e conversar...
Ainda hoje,telefonei a uma cliente do meu emprego, para lhe dar uma informação,e achei engraçado o facto de ser uma menina a atender o telemóvel,que me perguntou se era da TMN,quando respondi que não,ela disse,então vou chamar a minha mamã,deduzi logo, que a senhora caso fosse da TMN, não atenderia,e como esta senhora existe muita gente que detesta mesmo estes telefonemas.
Eu sinceramente não tenho pachorra,mas delicadamente despacho o mais rápido possivel,quase sempre digo caso mude de idéia serei eu a contactá-los,claro que nunca o faço.
Beijos

Andarilho disse...

P/ me:

Nunca me telefonaram de manhã. De qualquer forma, é como eu escrevi, peço para ligarem noutro horário. Só não dou conversa aos gajos da interpass, não faz o meu género aquele tipo de viagens.

Bj


P/ Diane (não gosto de Di, não sei onde o foste arranjar. Se insistires passo-te a chamar assim em frente a todos e pior, digo que tu gostas que te chamem assim)

A mim compete-me responder ao comentário. Cada um com as suas funções. É a vida!! LOL

1º Não é uma questão de gostar ou não, é um facto. Às vezes nem gosto, sinto-me desintegrado, dependendo dos assuntos.

2º Gosto de conversar com as pessoas, que hei-de fazer? Às vezes perguntam-me o que mais gostas de fazer? A minha resposta: Conversar! :)

3º Poisssssssss. Acredita que estive mesmo, mesmo para pedir o mail. Aliás as minhas dúvidas eram precisamente com a instalação no telemóvel do software do MSN. Pergunta ao Carlos (ele estava comigo) se eu não tinha pensado pedir. Depois, deu-me uma de respeitador, puro, inocente e tímido e não pedi. ;)

4º Errado! Não levo nada disso que disseste.

5º Poisssss. Tenho sempre receio que as pessoas possam ser como eu. Por isso sugiro sempre fazer o que não faço, apontar em papelinhos. :D

6º Achas??? Até parece! Óbvio que não!! Julgas que eu sou o quê?

7º Pois! Dada a minha condição, é o que me resta fazer para ter as coisas que gosto. Ao que me sujeito…!

8º Sim, sim… Um chato que tu adoras. LOL

9º Porque o Carlos está numa condição idêntica à minha. Quando tu estiveres (daqui a 6 meses) eu também darei o teu número de telemóvel. Temos que ser uns para os outros.

10º Miséria, sim!!! Por isso mesmo tenho que me andar a desfazer do meu património nas feiras para poder fazer o que me apetece. Não sou de ficar de braços cruzados, a queixar-me que não tenho dinheiro (que é o que mais faço, como se sabe) e não fazer nada para contornar a situação.

11º Não!!! A verdade é que tenho escrito sempre estes últimos posts à pressa. Os miúdos não me deixam muito tempo livre, como sabes.

BEIJOS


P/ Bé:

Gosto de conversar, o que faço? Converso e pronto!

Eu sei que na maioria das vezes estes telefonemas não interessam para nada. De qualquer forma muitas vezes poupamos dinheiro nas promoções. Eu não conheço ninguém que pague 35 € pela TV cabo (todos os canais), Internet (tráfego ilimitado e 8 Mb) e telefone com chamadas gratuitas. Pois…

:)

Beijos

Silvia F. disse...

Ah mas eu também atendo essas pessoas, conversar é que é outra história. Geralmente é:
- Queria falar com a D.Sílvia F. por favor?
- É a própria!
- Boa tarde, D. Sílvia como está?
- Estou bem!
- Estou-lhe a falar do(a)... blábláblá...
- Estou sim? Estou? ESTOU?
- Está-me a ouvir? Estamos a fazer uma campanha de... blábláblá...
- Estou? SIM? Não ouço nada...
- Está-me a ouvir?
- Raios parta o telefone...
E desligo.

Tenho várias técnicas mas esta, a da avaria, é a que mais utilizo :))
Não tenho paciência, nem tempo!!

Beijinhos

Andarilho disse...

P/ Sílvia F.:

Gira, a técnica.
Eu tenho sempre que aproveitar estes telefonemas. Se quero as coisas, preciso das promoções. Obviamente não sou daqueles que embarca em qualquer porcaria. Nem vou apanhar seca naqueles hoteis onde se fazem demonstrações de tudo e mais alguma coisa, com a promessa de se ganhar depois alguma viagem! Óbvio que só aceito conversas que digam respeito a serviços que eu pretendo adquirir ou que já os tenho, mas quero tê-los com outras condições.

Beijinho.

P.S. Já te respondo ao outro comentário mais tarde. Tenho que acabar de preparar a reunião da minha Direcção de Turma para amanhã. É Domingo, eu sei... ;)