quarta-feira, 15 de outubro de 2008

[ISP2024947_Veer.JPG]

A meio de uma aula de substituição:

- Professor, como se escreve “Hóquei”?

- Com “h”…

- E a seguir?

- “O” com acento, “Q” de nove, “U”, “E”, “I”…

- com q de 9???? O que é isso??????

- Não sabe o que é um q de nove???

- Ahhhhhhhhhh. Q de quá quá!!!

Naquele segundo, senti-me a envelhecer 30 anos… Dentro daquela sala nunca ninguém tinha ouvido falar em q de 9, só q de quá quá……….

No meu tempo era q de 9….. :(:(:(

Beijos e Abraços

50 comentários:

just me disse...

No meu tempo também usava o "q" de nove... embora eu seja MUUUUIIIITO mais nova que o Sr.
Posto isto, posso deduzir que, se tal situação se passasse numa aula minha, apenas teria de sentir que envelhecia uns 2 anitos!

Cumprimentos ao Sr. andarilho

Andarilho disse...

Sim, sim... Até parece que és muito mais nova. Aviso-te já, se julgas que és, não pareces. ;)
Bjs

Dora disse...

Olá!
Pois eu senti mais ou menos o mesmo quando percebi que a maioria dos pais dos alunos são mais novos que eu.... Teria de chegar o dia, não era?
Beijo

Anónimo disse...

Olá, Andarilho, boa noite!!!!

Se por acaso lhe passou pela cabeça que eu estou aqui para comentar o factor "idade", está redondamente enganado!!!!!

Idade???!!! Velhice???!!! Não faço a mínima ideia a que é que se queria referir. Sabe porquê? É muito simples. Em cada dia ou até a cada momento, tenho uma idade diferente e gosto de ser assim.

Uma coisa eu lhe posso garantir: este É o meu tempo, com ou sem "q de nove, de queijo, de quá quá ou de quando"

Até...

Andarilho disse...

P/ Dora:
Olá
Tu nem me fales nisso!! Quando descobri isso fiquei para morrer também. Não percebo, muito precoces são os pais dos alunos...
Beijinho

P/ Anónima:
Olá!
Não me passou isso pela cabeça, mas foi o que acabou por fazer. LOLOLLLLLLLL
Eu também sinto este como sendo o meu tempo. Acho é que passa depressa demais para o meu gosto.
Bjs

Anónimo disse...

Andarilho

Não podia ter sido mais discreto e fingido que não tinha percebido?????

;))

Até...

P.S. Estou inteiramente de acordo consigo ao dizer que acha que o tempo passa depressa demais. O pior de tudo é que, por vezes, somos nós que o desperdiçamos sem dar por isso e quando o descobrimos, já é tarde.

ANDARILHO disse...

P/ Anónima:
Tarde como? Diga lá o que não pode fazer hoje e que podia fazer se tivesse menos 20 anos? Quando se quer, faz-se. O que eu acho é que podia ter aproveitado mais, mas não tinha de ser. Agora sinto que aproveito a vida.

Anónimo disse...

Pois eu nunca a aproveitei e parece-me bem que já não irei fazê-lo.

Quem sabe, numa outra vida????!!!!


P.S. Esta "coisa" da Avaliação também não me deixa tempo para nada. Até aos sábados tenho Formação. :))

ANDARILHO disse...

P/ Anónima:
Eu desinteressei-me da escola. Gosto das aulas e do "social" e é só. Faça o mesmo. Dê-se aos outros. Não espere por uma outra vida. Daqui a uns anos estará a pensar que poderia ter aproveitado a idade que tem hoje.

Anónimo disse...

Sempre "fugi" do "social" e agora...

Até...

ANDARILHO disse...

P/ Anónima:
Amanhã telefono-lhe!

bé disse...

Quá quá,q de nove,também eu reconheço como q de nove,mas q(s)á parte, o assunto debruçou-se essencialmente,sobre a idade,aí está algo que ninguém gosta de sentir na pele,os anos a passar,mas se dentro de nós existir sempre uma criança(ás vezes tenho meia dúzia dentro de mim)a vida é encantadora,após os 30normalmente sempre queremos ser mais novos,mas eu acho que não passa por aí,e sim em aproveitar da melhor forma cada momento,que a vida nos proporciona,até coisas que achamos que não devemos fazer,pensando bem, porque não fazê-las?
A vida é só uma!
Desde que as mesmas não prejudiquem ninguèm,e por vezes é arriscando certas coisas que realizamos experiências de vida que se tivessemos pensado sériamente não as fariamos,mas depois de concretizadas,analizamos e pensamos,se tivesse pensado melhor talvez não o tivesse feito mas como experiência valeu a pena!!!
Beijos

melocoton disse...

Eu sempre usei o "q" de qua qua, só mais tarde é que fiquei a saber que tb podia ser de 9..ok
o que me leva hoje a comentar é que esta questão é só mais uma entre milhares que aparecem todos os dias distanciando-nos destas recentes gerações..... É verdade o tempo passa mesmo:)

Silvia F. disse...

Sempre me apresentaram o "q" como q de quá quá... provavelmente andei em colégios mais avançados no tempo hihihihi
Pronto confesso que passei grande parte da minha infância e adolescência fora de Portugal, quando vim para cá apanhei os quá quás.

Realmente o tempo passa a correr, sacana! :))

Beijinhos

Ana GG disse...

Pois o meu q sempre foi de 9. Não percebo porquê se ainda sou tão jovem!!!!!!??????

;)

ANDARILHO disse...

P/ Anónima:
Não consegui, cheguei tarde a casa. :(

ANDARILHO disse...

P/ Bé:
Não trocava os meus vinte(s) anos pelos trinta(s) por nada. É que nem pensar mesmo. Gosto muito destas idades.
Concordo que devemos fazer sempre tudo o que nos apetece. Depois até poderemos achar que não foi bom mas pior era não as termos feito e ficarmos a pensar em como teriam sido.
Bjs

ANDARILHO disse...

P/ melocoton:
Inicialmente foi isso que eu também pensei. Agora já desconfio, pelos comentários, que deverá ter em conta as diferentes zonas do país. Se calhar no norte utilizava-se mais o qua quá e aqui o 9. Como a mobilidade do corpo docente antes era maior... depois verificaram-se estas generalizações. Sei lá, tlv...
Bjs

ANDARILHO disse...

P/ Sílvia F:
Tu não aprendeste porque em França não se deve dizer quá quá...mas devias ter aprendido q de 9! o nove não tem nada a ver com o país!!! Ai, ai, ai...
Lembras que quando éramos pequenos o tempo passava tão devagar? Primeiro que chegassem as férias do verão era o fim do mundo, um horror de espera... Nessa altura, as férias até duravam...
Beijinhosssssss

ANDARILHO disse...

P/ ana gg:
Nem eu percebo. Esta gente não tem mais nada que fazer se não mudarem as coisas importantes por coisas insignificantes. Quá quá tem algum jeito???
Pois sim, tu és uma jovem ainda e eu um adolescente (ou bebé???)! ;)

Ana GG disse...

PARVO!!!!!!!

Silvia F. disse...

Como sabes que vim de França? Oh carago, conhecemo-nos? ;))

Quá quá só em Portugal mesmo, cambada de marrecos! Q de 9 desconhecia... não é mais fácil dizer q de quando ou de que-se-lixe?? Mania de complicar.

Quando era criança tinha pressa de chegar aos 18 anos e realmente na altura o tempo demorava a passar, principalmente nas aulas :))
A partir dos 18 é sempre a correr, bolas!

Beijossssssss ;)

ANDARILHO disse...

P/ Anónima:
Eu telefonei... :(:(

P/ ana gg:
LOLOLLLLLLLLLLLL

P/ Sílvia F.:
Por acaso tu não tens um blog? Por acaso tu não escreveste sobre uma ida à neve em novinha? Ah, pois é... Mas podemos conhecer-nos na mesma...
Beijos

Silvia F. disse...

Haaaa, pois! Era só para ver se estavas atento, assim gosto! ;)

Melhorzito? (Risinho camuflado!)

Beijos

ANDARILHO disse...

P/ Silvia F.:
P´ra já aviso logo que prefiro as mulheres que são um pesadelo, às certinhas. Posso provar, tenho um post acerca disso ;)

Depois, eu tou sempre atento (quando quero)!!!

Finalmente,
sim, levo a mal qd não o roubam descaradamente. É para isso que ele lá está, para ser roubado com a maior cara de pau.

Tamos entendidos? ;)

Beijinhos :)

Anónimo disse...

Boa noite, Andarilho.


Telefonou??????????

Até...

ANDARILHO disse...

P/ Anónima:
Poissssssssss, só que pelos vistos esteve de folga... :(
Eu raramente chego a casa a horas na parte da tarde e tendo que telefonar do tlm para um fixo, terei de o fazer de casa por ser mais barato (casa t da tmn...)...
Podia simplificar isto, mas já vi que não tem essa intenção. :(
Beijo.

Anónimo disse...

Andarilho...

Não pensei que fosse mesmo telefonar.

Deixou-me sem saber o que responder. :(

Até...

ANDARILHO disse...

P/ Anónima:
Eu não lhe disse que o faria? Ontem fiquei doente qd vi que não consegui chegar a casa a horas. Tinha-me esquecido de uma reunião do P. Educativo.

Anónimo disse...

Eu NUNCA fico em casa e logo hoje que decidi não ir de tarde, telefonou-me!!!

Tenho pena, mas agora já não há nada a fazer.

Até...

P.S. Fiquei em casa porque estou com uma tosse estúpida que me parece ser de origem alérgica e para além de me incomodar a mim, incomoda também as pessoas à minha volta.

ANDARILHO disse...

P/ Anonima:
É bom saber que tem pena que eu não tivesse falado consigo. Para lhe ser sincero, não sabia como me iria atender.
Como sabe, eu agora não tenho como poder falar consigo. Se pudesse falava, é claro. :)
Bj

Anónimo disse...

Andarilho

Eu sei que não tem como poder falar comigo.

Teve receio de quê???? Que ideia faz de mim?

Até...

ANDARILHO disse...

P/ Anónima:
Como sabe, nunca foi por minha iniciativa que nós nos afastámos. Também nunca fui eu que tomei a decisão manter distância. Já lhe pedi várias vezes para me telefonar ou utilizar o msn comigo e nunca o quis fazer. O meu receio teve a ver com a possibilidade de não encarar bem a minha insistência e pensar tratar-se de um desrespeito pela sua decisão de manter o afastamento. Claro que foi só isto que pensei. Eu tenho a melhor impressão de si (como acho que sempre soube). Como já lhe disse eu considero-a daquelas pessoas de quem não se pode perder a oportunidade de ter por perto. Olhe que eu não penso isto de muitas pessoas.

Anónimo disse...

Não costumo ficar sem resposta mas hoje, já é a segunda vez que me acontece. Eu sou igualzinha a toda a gente.

Até...

Anónimo disse...

(Apesar de tudo ainda tenho receio.)

Até...

ANDARILHO disse...

P/ Anónima:
Eu sei que tem. Não julgue que eu também não tenho, mas eu sinto que posso confiar em si. Isso dá-me mais alguma segurança...

Anónimo disse...

Boa noite, Andarilho.

Hoje apetecia-me ter lido qualquer coisa escrita por si.

Felizmente que o fim de semana está a chegar ao fim. Amanhã começa uma nova semana.

Até...

P.S. Tenha uma boa semana.

ANDARILHO disse...

P/ Anónima:
Olá
Hoje andei a escrever, mas noutros blogs. Até num concurso de um blog participei, veja lá. LOL
Podia ter-me telefonado...
A mim não me apetecia nada que o fds acabasse. Não me apetece fazer nada de nada. Só estar, sem fazer nada.
Bjs

Anónimo disse...

Não lhe podia ter telefonado porque você não existe.

Até...

ANDARILHO disse...

P/ Anónima:
Fiquei feito parvo a olhar para o seu comentário. Não existo? Quer com isso dizer o quê? Que não sou nada (ou ninguém)? Palavra que não esperava por este comentário assim. É certo que pode não querer dizer nada disto, mas é certo que também pode querer dizer. Nem sei o que pensar. :(

Anónimo disse...

Andarilho

Por favor, não me interprete mal. :(((
Aquilo que eu escrevi, não era para levar à letra. Peço desculpa por me ter exprimido tão incorrectamente.
Eu só queria dizer que não lhe posso ligar porque não sou capaz de o fazer. São imensas as razões que me fazem ter receio e sei que é capaz de as entender.

Neste momento, é para mim um dilema.

Até...

P.S. Renovo o pedido de desculpas e espero, sinceramente, que o aceite. Sempre tive respeito por si e continuarei a tê-lo.

ANDARILHO disse...

P/ Anónima:
Acho que não tem ideia do alívio que senti agora.
Eu queria tanto falar consigo sobre isso (eu simplesmente não conheço as razões que a fazem ter receio). Sinto-me sempre tão exposto ao falar por aqui...
Sabe uma coisa que eu sempre (mas mesmo sempre) senti da sua parte? O seu respeito por mim. Até mesmo quando teria sido bem mais fácil não o ter tido.
:)
Durma bem.

Anónimo disse...

Obrigada!

ANDARILHO disse...

P/ Anónima:
Mais um dia em que não a apanhei... Desta vez até tive de deixar o meu nome. LOL

Anónimo disse...

Não acredito!!!!!!!!!!!!!

ANDARILHO disse...

Não??? É fácil, telefone e pergunte se alguém lhe telefonou.
:(

Mas será que é tão difícil chegar "às falas" consigo??? Puxa!!!!!!!!!!!!!!

Anónimo disse...

Andarilho

Há alguns dias que ando em baixo. Como não tenho aulas de tarde, voltou a não me apetecer ir à escola

Até...

ANDARILHO disse...

Se n estiver ocupada agora, ligue. Vá láaaaaaaaa...

Anónimo disse...

Não consigo!

Anónimo disse...

Bom dia, Andarilho!

Confirmadíssimo!!!!! Assim que cheguei, logo de manhã, informaram-me que o senhor (...) tinha ligado para mim, ontem à tarde.

Como vê, aqui a mensagem chega sempre ao seu destinatário.

Até...