segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

FILMES

Ontem fui ver o Vicky Cristina Barcelona, o último filme do Woody Allen. Sou fã dele desde o Match Point (2005). Desde esse não perdi mais nenhum: o Scopp, em 2006, que gostei, mas que ficou aquém das minhas expectativas e o Sonho de Cassandra, em 2007, que voltei a gostar muito. É claro que estou à espera do Whatever Works para 2009! Gosto do desenrolar da acção dos filmes dele. Aparentemente os filmes são tão leves que parece que não têm história mas estamos sempre fixados ao ecrã e o inesperado sempre acontece. Gosto de como ele  filma. Este é um pormenor que nos outros cineastas me passa despercebido e que com ele me prende a atenção, reparo, não sei explicar.

Não perco filmes nem do Woody, nem do Almodôvar. Em muitos aspectos às vezes um faz-me lembrar o outro, embora se distingam perfeitamente (não me referia ao físico, é claro). Vi pela primeira vez a Penélope Cruz no Volver do Almodôvar e foi uma surpresa. Só tinha ouvido falar dela em revistas. A Scarlett Johansson, que não tinha achado nada de especial no Match Point, de filme para filme, estou a gostar mais.

Também fui ver, na semana passada, o  O Estranho Caso de Benjamin Button. O filme é bom. Permite várias abordagens. É daqueles filmes em que ficamos a pensar e cada um retira a sua percepção da “moral” da história. Já li sobre ele em vários blogs. Não me apetece escrever muito sobre este filme. A principal visão que retiro dele é que, apesar de tudo, apesar da maioria de todos nós achar que não é preconceituoso em relação à diferença de idades entre um casal e que basta gostar para que as coisas corram bem, afinal não é bem assim. Quando há uma significativa diferença de idades, os interesses não são comuns. Ou o mais novo perde a juventude, ou o mais velho tem que se esforçar para achar piada às coisas que já viveu, mas com as quais já não vibra. O sentimento não é suficiente. Com a mesma idade, o disparates de um, são do mesmo tipo dos do outro. Não é só isto que penso sobre o que acabei de escrever. Um dia destes desenvolvo o tema, noutro post. Hoje não.

BEIJOS E ABRAÇOS

20 comentários:

Pólo Norte disse...

Também fui ontem ver o Vicky Cristina Barcelona à útima sessão. Fui com um grupo de amigos e percebi que não é um filme consensual. Eu? Eu adorei!

ANDARILHO disse...

P/ Pólo Norte:

Eu? Eu também adorei! (O filme e o teu comentário) :)

Ana GG disse...

Não vou falar de cinema contigo...posso irritar-me e não devo porque já não tenho idade para emoções tão fortes!

:)

Umabel disse...

e na foto do cabeçalho não podias estar a rir?? não?? custava muito, era? porquê essa cara de mau? aííí!!!
Também vi esse filmes todos e divirto-se sempre tanto com o Woody e do Almodôvar... porquê não sei!

Beijo e abraço bem apertado de carinho

Ana GG disse...

Gosto da foto!!!!!!
Isto, pode não parecer mas é um blogue sério.

;)

ANDARILHO disse...

P/ Ana GG:
Pois se calhar (DESTA VEZ) tens razão. Não falemos sobre idas ao cinema. Temos assunto que se farta, para quê perder tempo a falar de cinema... :D

Beijo

P.S. Quanto à foto, já respondo abaixo no comentário a seguir. GOSTASTE??? Que bom! :):)
Dou outro beijo e tudo!
BEIJO (É este aqui à esquerda)

ANDARILHO disse...

P/ UMABEL:

Como já te deves ter apercebido pelas leituras dos diferentes posts, eu sou uma pessoa muito completa. Muito mesmo. Não vou portanto enganar o pessoal mostrando sempre um ar de bem disposto. Também tenho o meu lado mau-carácter, cafageste,... e, uma vez por outra, sério. LOLLLLLLL

Eu também me divirto (embora com esta foto, de facto, não posso provar) com este género de filmes.

Beijinhosssssssssssssssssssss

_+*A Elite in Paris*+_ disse...

Também gosto de Woody Allen mas isso desde "everybody says I love you", acho que de 1996. Depois tem Mighty Aphrodite, O sortilege do Escorpiao de Jade, Melissa e Melissa e depois os que enumeraste e outros mais :)

Olha lá, a foto acima, no topo do blog, é para cortar a respiração de quem aqui entra????

A Elite

Kika disse...

Andarilho,

Numa pose séria e erudita tão fora do comum na tua pessoa. É para dar a dar com a foto que encabeça o blogue?

Olha que eu também fui ver o Benjamim. Gostei muito. Daqueles filmes que nos passam um bem - estar tremendo. E apesar de concordar com o que dizes sobre as idades acho que o filme diz precisamente o contrário. O sentimento perdurou por todas as idades, ainda que o desfecho fosse sempre aquele.
E diz-me não andas muito cinéfilo?
Coisa estranha...

Beijinhos

ANDARILHO disse...

P/ _+*A Elite in Paris*+_:

Eu estive 10 anos em que praticamente não fui ao cinema. Como se não bastasse, tinha preconceito em relação ao Woody. Achava que os filmes seriam uma seca, tipo Manuel de Oliveira, vê tu bem. Depois foi uma surpresa, virei fã!

Em relação à foto, sim, o objectivo é esse. LOLLLLLLL

Beijos :)

ANDARILHO disse...

P/ Kika:
Em relação à foto, o objectivo não é mesmo fazer conjunto com o post. Tem de dar para todos os tipos de post, percebes? Eu sei que não percebes, mas pronto, um dia, com a minha cabeça mais arejada, eu explico-te.

Relativamente ao filme, não sabia que o tinhas visto. Eu também gostei, sabias? Bem, não sabias porque não leste o post. No post eu não digo que o sentimento se alterou. (ver 8ª linha do último parágrafo), o que digo (12ª e 13ª linha) é que o sentimento não é suficiente. E não foi suficiente simplesmente porque as diferenças trazidas pela idade se foram acentuando.

Beijinhosssssssssss

Kika disse...

Andarilho,

Deves ter tido um ataque de altruismo não?
Será que percebeste o que escrevi? Gostava. Mas eu sei que é dificil.
É por causa destas e de muitas outras que a gente não se dá. Embora nos esforcemos...

Queres ir ao cinema?

Beijinhos

Nota: Antes de responderes lê os comentários, está bem?

ANDARILHO disse...

P/ KIka:
Não acho que o filme diga o contrário daquilo que eu escrevi, mas ok. Como também disse, acho que se pode pensar no filme sobre outras vertentes.

A gente não se dá, pois não. O nosso convívio é um horror. Vamos ver que filme e quando?

Bjs

Kika disse...

Andarilho,

As circunstâncias não permitiram que o amor fosse suficiente. Havia problemas técnicos relacionados com o assunto, por isso nunca poderia dar certo. Noutra situação, menos rebuscada, a diferença de idades poderia não ser tão limitante. Compreendes o que quero dizer, de uma vez por todas? Ou teremos de guardar duas horas das minhas férias para te esclarecer?
Espero que não.
O darmos-nos mal, sempre a tentar que passemos a dar-nos bem, tem a ver com a teimosia inata de cada um de nós. Nenhum desiste de tentar melhorar a coisa. E presumo que morreremos assim.

Vamos ver a Duquesa com a Keira Knightley que amo de paixão, pode?

Beijinhos.
Esforçados.

ANDARILHO disse...

P/ Kika:
Sim, por isso viu-se que eles só viveram juntos e estiveram a 100 % quando e enquanto a diferença de idades foi muito pouca. :)

Nunca ouvi falar dessa fulana. Só espero que seja gira. Caso contrário não estarei disposto a dispender de 5 euros.

Beijos

P. disse...

também vi o vicky cristina barcelona. ainda ontem!
gostei sim senhora!

a primeira vez que viste um filme com a penelope foi o volver? experimenta o jamón jamón, do almodovar, com ela e o javier bardem!

quanto ao do benjamim... estou cheia de vontade de o ver!
a diferença de idades... bem, eu sou das pessoas que quer acreditar que a diferença de idades afinal não faz diferença nenhuma... mas depois, at the end of the day, não há como não pensar que sim, q faz muita diferença, a não ser que a pessoa mais nova seja muito mais madura do que diz o BI, ou a não ser que a pessoa mais velha seja muito mais jovial do que realmente aparenta.

*

P. disse...

bigas luna é o realizador do jámon jámon, e não o almodovar, como disse no meu comentário anterior (fiquei a pensar no volver que tinhas referido :)

sorry, my bad! ;)

ANDARILHO disse...

P/ P.:
Olá
Sim, a primeira vez tinha sido mesmo no Volver. Nunca ouvi falar nesse realizador, mas fiquei curioso. Só tem um probleminha, não temho muita paciência para ver filmes na TV. Nem sei se o meu DVD está bom ou avariado. Vou ver como resolvo isto e depois digo-te. Obrigado pela sugestão e continua por cá.

:)

Éle disse...

Olá Andarilho,

Eu ainda não vi nenhum dos últimos filmes que foste ver mas achei curiosa a tua descrição em relação à diferença de idades...

Abraço
Éle

ANDARILHO disse...

P/ Éle:
Olá, é apenas a minha opinião e achei curioso por ir ao encontro da perspectiva que eu tive do filme.
:)