quarta-feira, 22 de abril de 2009

Assim não dá!

Uma pessoa tem a casa num caos. Partindo deste facto, decidida como é, começa a meter ordem nas coisas. Arruma aqui, arruma ali e entretanto lembra-se que a lavandaria ainda não tinha as pinturas acabadas. Para além de decidida, a pessoa, que é também organizada, resolve de imediato largar todas as arrumações e ir terminar o serviço. Enquanto a tinta seca na parede e porque o tempo está bom, vai num ápice até à praia. Chega a casa já de noite e decide desarrumar mais a cozinha para fazer o jantar. Entretanto, apesar de já serem 10 da noite, resolve voltar às pinturas. Após a constatação de que a tinta acabou, a pessoa lembra-se de ir ao quarto da filha dar retoques com o pincel ainda molhado em zonas que também tinham essa cor mas que apresentavam uma ou outra falha. Ao sair, observadora como a pessoa é, verifica que um vestido que tinha adquirido para a filha na semana anterior estava com o alarme da loja. Ora a pessoa é perita nestes casos. 1000 vezes já saiu da loja e, depois de pagar, marimbou-se para voltar atrás depois de ouvir o apito enquanto saía. Assim sendo a pessoa dirige-se com toda a calma à cozinha e, com um íman do frigorífico, inicia o processo de remoção do alarme. Eis se não quando toca o telemóvel da pessoa que, com o entusiasmo deixa cair o íman que vai para debaixo da máquina de lavar a louça. Sem stresses, já que a pessoa não stressa com facilidade, larga tudo e depois de desligar o telemóvel resolve tirar a máquina do sítio e não encontra o íman. Volta a colocá-la no sitio e resolve metê-la a trabalhar. Confronta-se neste preciso instante com o íman que estava alojado no recipiente do detergente da máquina. A pessoa alegra-se mas opta por deixar o trabalho da remoção do alarme para outro dia e depois de meter a máquina a trabalhar vai para a sala. No auge de uma conversa no msn a pessoa tem a leve suspeita de estar a ouvir barulhos oriundos da cozinha. Os barulhos não param e a pessoa vai num instantinho verificar o que se passa. Ao verificar, a pessoa fica com os nervos em franja pois tem a cozinha alagada. Depois de encher um balde inteiro com a ajuda da esfregona é que se preocupa em procurar a razão do que aconteceu. Quando a pessoa retirou a máquina para ver se tinha o íman, foi tão determinada que tirou também o tubo de esgoto do sítio. Deste modo a água começou a sair para cima dos tachos que estavam no armário, encheu-os e, de seguida, alagou o chão. A cozinha ficou ainda pior do que já estava pois não seria naquela altura que me iria meter a lavar tachos… Resumindo e concluindo, foi tudo por causa do íman. Aprofundando a questão percebe-se de imediato que a culpa da inundação terá sido da empregada da loja. Que faz a pessoa numa situação destas? Decide preencher o livrinho de reclamações. E o altruísmo??? Pois, o problema é o altruísmo da pessoa não o permitir. Sim, porque não bastasse isto tudo, a pessoa ainda é do mais altruísta que há. Começa logo a pensar nos problemas em que mete a rapariga da loja e tal, e que foi um deslize da coitada, e mais sei lá o quê… Mas quem fica lixado com a casa assim? Não, não é ela, sou eu!!! Eu não aprendo que ser boa pessoa tem mais inconvenientes que vantagens. Enfim, assim não dá…

BEIJOS E ABRAÇOS

13 comentários:

JS disse...

Fiquei stressada!!! Ainda és pior que eu!!!

Um abraço*

Ana GG disse...

Aleluia!!!!

Regressaste a ti. Ou seja...voltaram os velhos posts.

Eu, processava a máquina de lavar, não tem nada que andar a engolir ímans alheios.

bjo

SRRAJ disse...

Lol. A pessoa em questão és tu???
Jinhossssssssssss

Anónimo disse...

Importante, importante era teres pintado uma parede de lilás como eu te mandei. Ups, ou melhor, como eu te pedi! Amuei, pronto!

melocoton disse...

Já não falo contigo há imenso tempo, mas há coisas que não mudam: OBRAS, OBRAS, OBRAS E CASA num estado caótico....
precisas de ajuda?

'C. disse...

e nisso tudo, eram quê, umas 4 da manhã? :P

ANDARILHO disse...

P/ JS:
Sou pior??? Pior como??? Eu sou um encanto de homem, não te iludas. Eu nem me stresso com nada... :P

Bj

ANDARILHO disse...

P/ Ana GG:

Aleluia??? Voltaram os velhos posts??? Consegues arranjar um padrão de posts aqui no blog? Hummm, não me parece... Escrevo o que me apetece na hora e sem me condicionar a um tipo de escrita. Como sabes, porque me conheces, eu sou isto mas também aquilo que escrevo nos posts mais sérios que a ti te dão seca ler. :)

Processar a máquina??? Endoideceste??? E o dinheirão que gasto depois com o advogado??? Poisssssssssssss, é melhor dar o dito por não dito...

Beijos

ANDARILHO disse...

P/ SRRAJ:

APANHASTE-ME!
Quando eu comecei a escrever que a pessoa é decidida, organizada, observadora, sem stresses e altruísta viste logo tratar-se de uma amostra, ainda que pequena, de qualidades minhas. Ou será que foi a modéstia que me identificou num ápice??? ;)

Beijo

ANDARILHO disse...

P/ Anónima:
E eu não te disse que não gosto de lilás? Se gostasse até obedecia, mas não gosto...
Vá, agora desamua e dá-me um beijo em condições.

ANDARILHO disse...

P/ melocoton:

Já viste a minha vida??? Não há meio de se endireitar. Não percebo...

Beijinhos

ANDARILHO disse...

P/ ´C.:
Achas??? Eu sou rápido a arranjar e a resolver imprevistos destes. Tou muito habituado, são o pão nosso de cada dia...
;)

Ana GG disse...

Os posts mais sérios não me dão seca. Só que geralmente são escritos em "código" e não percebo nada, por isso não comento.