segunda-feira, 29 de junho de 2009

Estou em Odeceixe!

Esta noite saí de casa para ir tomar café e dou de caras com um desfile de marchas populares. Tive de ir ver e acabei por me demorar uma hora. Acho giro. Este ano só teve um senão, não sei porque carga de água, não havia sardinhas e cervejas à borla como no ano passado.

Cheguei a casa e liguei o PC. A Pipoca, que tem uns ciúmes doidos do PC, resolveu sentar-se em cima do teclado. Já lhe disse 1000 vezes que não a quero aqui em cima mas ela não faz caso. Ora finge que não ouve, ora finge que não percebe. Peguei nela e resolvi tirá-la porque tem a mania de desligar o computador a toda a hora. E ela queria sair? Não! Irritou-se comigo e o que fez? Arrancou-me duas teclas do portátil. Fiquei quase sem vida. Arrancou um “c” e uma outra tecla que está entre a tecla de espaços e a tecla “ALT”. Já concertei, mas suspeito que tenho o PC a correr risco de vida… Já não sei o que fazer com ela. Não faz rigorosamente nada do que lhe mando. Enfim…

BEIJOS E ABRAÇOS

domingo, 28 de junho de 2009

A pensar eu que cancelei um fim-de-semana, que estava combinado há semanas, por nada. Há erros que cometemos e voltamos a cometer. Este não é o caso…
Não se pense que eu não estou a gostar do fds, nada disso. ;)
BEIJOS E ABRAÇOS

segunda-feira, 22 de junho de 2009

Estava esta tarde na praia, a repousar da estafa que foi fazer a vigilância do exame de hoje de manhã e com a leve sensação de que deveria estar a fazer qualquer coisa que não me estava a lembrar. Decidi, então, que ao chegar a casa iria fazer uma listinha com as coisas mais urgentes.

- Inscrever-me numa Acção de Formação;

- Relatório de CN;

- Relatório de Área de Projecto;

- Relatório de Formação Cívica;

- Preparar Reunião de Avaliação;

- Acta de Reunião de Directores de Turma;

- Relatório de Director de Instalações;

- Relatório de Director de Turma;

- Relatório de competências não adquiridas pelos alunos;

- Relatório de competências atingidas pelos alunos com NEE;

- Projecto Curricular de Turma;

- Desmembrar o dossier de Direcção de Turma pelos processos individuais dos alunos;

- Não me esquecer da reunião com os Encarregados de Educação;

- Fazer mapa-resumo dos apoios pedagógicos;

- Fazer o mapa-síntese sobre a avaliação dos planos de recuperação/acompanhamento;

- Fazer a auto-avaliação;

- Constituição de Turmas;

- Reservar uma espelunca barata e bem localizada para dormir nas férias;

- Acabar de fazer esta lista porque sei que me esqueci de várias coisas que agora não me ocorrem… :(

Pronto! Desmotivei-me! Só começo amanhã! Pena que mais de metade desta lista tem que estar feita até depois de amanhã. Que transtorno este agora…

Ai que a tristeza está a tomar conta de mim. Pronto! Já tomou, estou tristíssimo e completamente inconsolável. Já nem vejo sentido na vida. Estou quase, quase, quase a chorar. 

BEIJOS E ABRAÇOS

quinta-feira, 18 de junho de 2009

NORMAL

Eu sei que tudo que se passa comigo é normal e eu é que sou um esquisitão da pior estirpe. Pronto, é assim. Inclusive já estou mentalizado e terei de passar a fazer um esforço (enooooooooooooooorme) por mudar. Faço o esforço nestas férias de Verão. Está prometido.

É normal eu comprar três caixinhas de morangos no continente e vir para casa numa correria para fazer um gelado de morango sem o qual já não vivo, sobrevivo. Claro está que também é normal, aliás normalíssimo, arranjar os morangos das duas primeiras caixinhas sem sobressaltos e ao preparar-me para arranjar os morangos da terceira, encontrar uma rã lá dentro. É normal. Muito normal ou será mesmo o caso de eu aplicar o termo “normalíssimo”??? Não exagerando, normal parece-me bem.

Beijos e Abraços

terça-feira, 16 de junho de 2009

Amanhã, se ainda me apetecer escrever, edito novamente este post e falo sobre o que me irrita.

Aqui vai updatezito…

E o que me irrita?

Eu achar que temos tudo a ver um com o outro, ela dizer que não e eu achar que, apesar disso, também acha.

Todas as mulheres sabem que uma forma de prenderem os homens é não se mostrarem muito interessadas. Comigo é assim e acredito que será com todos. É básico, elas sabem, mas depois na prática não conseguem fazê-lo. Um homem gosta de andar atrás (embora eu muito raramente o faça) e gosta de não conseguir facilmente. Sem isso o interesse perde-se mais depressa. Saber que quando se tem ao alcance se consegue não prende nenhum homem por muito tempo, a menos que a relação já esteja consolidada.

Mas é preciso que ela saiba fazer isto tão bem? E é preciso eu ficar assim, em standby, durante já dois anos??? Ela afastar-se quando eu me aproximo e voltar a aparecer quando me vê afastado? E eu, que já me tinha esquecido, e eventualmente até já estava noutra, quando ela volta ficar novamente sem saber nada? Pronto, é isto que me irrita! Se já me passou pela cabeça que ela não queira mesmo nada comigo? Claro que já e acredito que não queira mesmo, ela diz que eu sou muito instável e não acredita que eu queira com ela o que nunca quis com outra. Ela é a TAL? Não sei, mas há uma forte probabilidade de ser…

BEIJOS E ABRAÇOS

sexta-feira, 12 de junho de 2009

Eu sou um homem cheio de problemas, até aqui tudo certo, é público. Mas desta vez não foi um problema qualquer, foi mesmo grave. Uma osga no tecto da sala!

Ontem cheguei a casa à noite, cansado, fui ao shopping à pressa comprar uns brincos para a Maria pois ela tinha perdido a coisinha que prende um deles atrás da orelha. Tendo ela furado as orelhas há pouco tempo, não pode ficar sem brincos porque o buraquinho fecha. Lá tive de ir… Cheguei, corri tuuuuuuuuuuudo e não havia a porra de uma loja que fosse, com uns brincos giríssimos para eu comprar. Tive de gamar subtrair um fechozito numa das lojas onde encontrei uns horríveis. Obviamente, não ia comprar, eram feios…

Cheguei a casa doido para me deitar no sofá a descansar e pronto, vislumbro uma osga no tecto da sala! Os miúdos, que poderiam resolver o problema, fugiram logo para os quartos com o pretexto que teriam de dormir e eu fiquei sozinho com aquilo dependurado no tecto. A Maria em tempos não tinha medo, uma vez até me chegou a matar uma enquanto eu e o Gongom gritávamos. Não sei se por isso, tomou consciência do perigo e desde então encasquetou na cabeça que também tem medo…

Enfim, resolvi que agora estava muito modificado e que ia aguentar permanecer na mesma divisão que a osga. Abri as janelas todas da sala, fechei a porta para evitar que ela fugisse para o resto da casa e permaneci na sala a descansar, a dividir uma divisão com ela. Claro que sempre de olho, a controlar-lhe todos os movimentos. Fui-me deitar e hoje de manhã, nada dela. Pensei que tivesse fugido. Esta tarde vim da escola, cheguei a casa no meio de um calorão desgraçado, entrei na sala, despi-me todo, ligo o ar condicionado e o que me surge por detrás do aparelho??? Pois sim, a osga! Endoideci! O ar ligado e eu de janela aberta na esperança que a bicha se fosse embora. E ela nada… Resolvi pôr um basta naquilo. Enchi-me de coragem (até agora estou a pensar como a fui arranjar, mas isso é um pormenor insignificante) e resolvi que iria matá-la. Fui buscar uma vassoura, fui para cima do sofá, não correndo o risco desnecessário dela cair para o chão, apanhar-me descalço e subir-me pelo corpo acima, já que eu estava a fazer este serviço todo unicamente de boxers e resolvi aplicar a vassoura em cima dela. No momento exacto faltou-me a coragem e resolvi bater na parede, mas ao lado dela. Ela fugiu, na direcção da janela e eu pensei logo que tinha o assunto resolvido. E ela ia para onde eu queria? Ela não conseguia perceber que corria perigo de vida? Buuuuurrrrrrrrrrrrrrrrrra como tudo! Depois colocou-se numa zona que me impossibilitava de bater ao lado, não a conseguindo atacar directamente porque sou um sensível, um sentimentalão, bom moço, amante dos bichos e da natureza, com um coração de manteiga, um quase-quase membro da associação de protecção dos animais, enfim, a bondade em forma de gente… A sacana aproveitou-se disso e inverteu o sentido de marcha, voltando novamente para dentro da sala, longe da janela. Resolvi, mais uma vez, colocar momentaneamente os meus bons princípios de lado, saltar outra vez para cima do sofá e záaaaaaaaaaas na parede! Assustou-se com a minha determinação, viu finalmente que eu não estava para brincadeiras e que me encontrava numa situação de estar por tudo e de inclusivamente estar disposto a cometer um homicídio voluntário. Obviamente consciente de que poderia usufruir posteriormente do estatuto de arrependido e invocar a legítima defesa, mas isso não interessa para agora. Não sei se foi por isso, creio que sim, mas a gaja saiu janela afora ficando, contudo, com uma pata na zona do fecho da janela. Não tive outra hipótese, fechei com uma fúria a janela que julgo ter-lhe entalado a pata. Já avisei os miúdos que estão proibidos de abrir as janelas da sala durante 2 dias até eu ter a certeza de que não corremos riscos. Estou orgulhoso de mim mesmo, afinal de contas não precisei de telefonar a nenhuma amiga para me vir cá a casa resolver este problema como já aconteceu noutras vezes…

Beijos e Abraços

sexta-feira, 5 de junho de 2009

JÁ ESTÁ!

Tenho andado há imenso tempo para comprar um bilhete de avião. Entretanto nunca mais comprava porque não sabia em que altura iria viajar, se ia, se não ia, se me apetecia, se ia sozinho, se acompanhado,… O tempo a passar e eu a ver o preço a aumentar em cada semana que passava.

Viajar em Agosto sempre esteve fora de questão. Detesto a ideia de pensar que está todo o povão a viajar e eu junto, enfiado em filas para tudo e debaixo de um calorão. Além disso não gosto de pensar que estou a perder o bom tempo de praia em locais que posso visitar noutra qualquer altura. Não teria problema nenhum se não estivesse obrigado a tirar férias apenas em Agosto. Na minha escola (e na maioria das escolas pequenas) não temos outra hipótese. Resolvi arriscar, como sempre nestas coisas. Vou, se depois tiver serviço (que é pouco provável nessa altura) logo vejo como resolvo.

A verdade é que também não tenho estado muito entusiasmado. Aliás, pouco ou nada me entusiasma nos últimos tempos. Não sei porquê, nem há motivo nenhum em especial. Ir assim não é boa ideia, eu sei e por isso tenho adiado a compra dos bilhetes. Mas hoje quando vinha da escola pensei: e se me vêm os entusiasmos todos daqui a 15 dias e os preços estão pela hora da morte??? É que nestas condições de entusiasmo eu teria que ir na mesma, custasse o que custasse. Poupado como sou (ok, não sou assim muiiiiiiito) resolvi chegar a casa e ir directo para a internet resolver o assunto de uma vez por todas. Resolvi. Agora é aguardar que me venha a cegueira de estar doido para que chegue o dia. O destino é um local que há 500 anos que me apetece ir, por isso devo gostar. Se não gostar, por não estar para aí virado, não tem problema, pelo menos posso dizer que já fui e que conheço e isso tudo (para armar, é claro). Mas tenho a certeza que se não gostar é mesmo por esse motivo, porque esta cidade tem tudo para que eu adore.

Para já só tenho um pé atrás. Arranjei um avião que vai chegar de noite. Ainda que chegue de noite, nem morto que eu vou de táxi para o hotel. Agora me lembrei, ainda vou ter de ir para a net procurar uma espelunca para me hospedar.

BEIJOS E ABRAÇOS!

quarta-feira, 3 de junho de 2009

Às vezes gostava de não ser assim…

Quando estudava no secundário, tinha uma professora que adorava. Tanto gostava que decidi seguir a mesma área científica. E o que eu mais gostava na disciplina eram precisamente os testes de avaliação. Achava-os mesmo giros. Não só o que era perguntado mas principalmente o aspecto gráfico. As imagens, o tipo de letra e a estrutura utilizados eram giras. Eu até acho que segui esta área não tanto porque gostava dos conteúdos mas porque me permitia depois fazer estes testes lindos. Até a forma como estavam corrigidos, a forma como eram assinaladas as coisas certas e erradas, eu achava que ficavam bem. Pois bem, faço até hoje tudo igual. O mesmo tipo de testes e corrijo-os precisamente da mesma forma. Só tem uma coisinha de nada que eu gostava e que essa professora fazia e que eu, por mais que tente, não consigo AINDA fazer. Tenho pena, a sério que tenho, mas não consigo mesmo. Ela fazia os testes que iria entregar aos alunos ao longo do ano lectivo durante as férias de Verão. Durante o ano só precisava de os fotocopiar à medida que iam sendo necessários. Por um lado tem a vantagem de na altura de maior trabalho lectivo, isso já ter sido feito antecipadamente. Por outro lado, considero que esta é a forma mais correcta de preparar elementos de avaliação que não são logo à partida viciados por já conhecermos os alunos que os vão realizar. Há a tendência de evitar questões que já sabemos, pelo conhecimento dos alunos que temos a nosso cargo, que estes não irão conseguir realizar. De qualquer forma essas são questões pretendem avaliar conhecimentos ou competências que são obrigatórios, de acordo com as orientações curriculares do M.E.. Bem, mas não é isto que me interessa desenvolver aqui, o que me interessa é que eu tenho de fazer tudo em cima da hora e levo num stress dos diabos uma semana antes. E eu não gosto disto, não se pense. Desde que comecei a dar aulas que penso sempre que vou fazer as fichas todas nas férias. Mas não consigo ter tempo. O não fazer nada nessas alturas ainda dá mais trabalho, pelo que não me sobra nada para isto. Hoje tinha de dar um teste a uma turma. Desde 6ª feira passada que tenho andado desvairado com a preocupação de que tinha de os fazer. Só ontem à meia-noite é que me sentei em frente ao PC para fazê-lo. Deitei-me às tantas da manhã porque fazer um teste leva muito tempo. Escolher imagens, gráficos, digitalizá-los, alterá-los… Depois arranjar um conjunto de questões que não se limitem a testar conhecimentos, mas também a testar competências de forma o mais abrangente possível. Isto tudo com a impressora a dizer que a tinta do cartucho de impressão estava no fim…

De qualquer forma melhorei um bocadinho. Da última vez que fiz um teste ainda foi pior, a antecedência foi quase nenhuma… Pelo menos já os fiz hoje e já os corrigi durante toda a tarde (5 horas) que tive na escola de seca à espera de uma reunião que durou 10 minutos. Na próxima 3ª feira volto a ter teste noutra turma. Já estou doente, mas estou mesmo a ver que só vou conseguir fazê-lo na 2ª à noite. :(

Beijos e Abraços