terça-feira, 28 de julho de 2009

Hoje logo pela fresquinha fui para CAMDEN TOWN. Nao era preciso ir tao na fresquinha porque quando la cheguei, antes das 10 da manha, ainda as coisas estavam fechadas. Gostei bem mais deste mercado do que o de Portobello, mas nao se julgue que comprei um monte de coisas. Nada disso. Comprei apenas uma coisa para pendurar na parede de casa que nem sei bem para onde sera. Muitas das lojas que me interessavam estavam fechadas porque so abrem ao fim-de-semana. Almocei por la e depois tive de voltar ao hostel porque me tinha esquecido do telemovel.

Entrei e sai logo em direccao a TOTTENHAM COURT ROAD porque a Kika ontem no msn disse-me que tinha lojas que talvez me interessassem. Engano o dela, e uma rua sem interesse nenhum e de todo a evitar. A seguir, sem nada programado, resolvi ir para a CHINATOWN. Dos tres bairros chineses que vi (Singapura, Kuala Lumpur e agora Londres), este foi o mais descaracterizado. Nao tem mais que alguns restaurantes e lojas dos chineses iguais as que temos em Portugal. Nos outros sitios onde estive, parecia que mudavamos de zona, perfeitamente marcada ate na construcao das casas do bairro. Mas a zona e gira e andei a passear. Entretanto dei de caras com o NACIONAL PORTRAIT GALLERY. Esta galeria seria para ver se tivesse tempo no fim, mas nem sequer estava programada. Estando ali a porta, acabei por visita-la. Algumas salas sao giras. Continuando a andar dei com a PICCADILLY CIRCUS. A seguir fiz toda a REGENT STREET, que e a rua que mais gostei de Londres. Achava eu que Londres era toda assim, com aquele tipo de edificios. Os bairros mais pobrezitos (poucos) e que seriam como tudo o resto. Comprei uma serie de coisas, e claro... Encontrei uma loja que adorei e que nao comprei nadica de nada. A loja do National Geographic. Tem moveis lindos de morrer a precos inimaginaveis. Levava todos. Nao e uma loja de decoracao, vende roupa e o tipo de artigos do Coronel Tapioca.

A chegada ao hostel, um bocadinho antes da porta de entrada, enfio sempre tudo dentro de um so saco para nao parecer mal entrar no quarto cheio de compras. Esta gente que vem para os hostels nao tem uma onda materialista, vem com uma mochilita e pouco mais. Parece mal eu entrar com aquilo tudo. Sentir-me-ia depois desenquadrado...

BEIJOS E ABRACOS

1 comentário:

ANDARILHO disse...

Pois que peço desculpas aos visados mas, inadvertidamente e sem explicação, devo ter sido o causador do facto dos comentários a este post não terem ficado publicados. Li-os e depois devo ter carregado no botão errado...

:(