sábado, 10 de outubro de 2009

Hoje a minha vida foi um calvário!

Comecei a frequentar uma acção de formação. Digo propositadamente frequentar e não participar porque de facto apenas estou de corpo presente na esperança que o tempo passe rapidamente e que se tenham esgotado as 6 horas de “trabalho” para que me possa meter a andar dali. Tudo porque preciso das 25 horas de formação. O tema? Não me interessa para nada e não tem aplicabilidade nenhuma na minha área curricular mas foi acreditada para o meu grupo e na falta de outra, tenho de a fazer: Calculadoras gráficas e sensores no ensino na matemática, física e química. Note-se que apesar de acreditada para a minha disciplina, eu não lecciono nenhuma destas 3 disciplinas! Quando lá chego, obviamente só tinha colegas de FQ e de Matemática. Eu avisei logo que nem máquina de calcular tinha. Abstive-me de dizer que recorria frequentemente ao uso de calculadoras compradas nos chineses, não fosse dar mau aspecto. Ainda assim o uso da calculadora nunca seria nas aulas. Não coloco os alunos a par do meu saldo negativo, é claro. Deram-me uma. Nem ligá-la eu sabia. Uma seca de primeira. As formadoras deram-nos umas fichas para resolvermos cheias de funções, representações de gráficos e mais um monte de coisas que eu já nem me lembrava que existiam. Dei por mim a lembrar-me desses termos quando os utilizava na faculdade nas disciplinas de Matemática. Não percebo nada nem me interessa sequer. Aliás, ninguém está minimamente interessado naquilo. O que se aprende, se é que se aprende alguma coisa, depois esquece-se com a falta de continuidade. Este é para mim o dinheiro mais mal gasto por parte do Ministério. Ninguém aprende nada, ninguém quer aprender nada mas toda a gente disfarça que aquilo está a ser interessantíssimo. A tudo uma pessoa se submete para conseguir a aparente actualização de conhecimentos na área científica que, por sua vez, contribui para a progressão na carreira. No fim a todos é atribuída a nota máxima como forma de compensar o tempo perdido. Deste modo ninguém refila e todos são favoráveis a este tipo de formações. Os formadores recebem rios de dinheiro para entreter o pessoal e o pessoal gosta da avaliação que lhe é atribuída no final. Por sua vez os directores do centros de formação escapam-se à chatice que é dar aulas. Assim fica tudo em bem. Dá um ar de que os professores estão em constante actualização de conhecimentos e que desta forma estão a toda a hora a implementar coisas novas junto dos alunos. Essas coisas novas não se aprenderam nas acções, mas isso não interessa nada… Enfim, faltam-me mais 3 sábados…

O meu dia não foi só isto. Ainda me aconteceu uma coisa muito pior. Amanhã escrevo porque agora estou cansado. Ainda vou ver um filme. Velho, mas falam dele e eu nunca vi. O Amor num lugar estranho. Estou para ver o que me vai sair dali.

BEIJOS E ABRAÇOS

8 comentários:

SRRAJ disse...

Como já te tinha dito, no próximo sábado começo eu uma de 50 horas sobre quadros interactivos. Espero aprender alguma coisa ...
Beijo solidário

JS disse...

Diz lá qual é o teu grupo?? Morro de curiosidade...

ANDARILHO disse...

P/ SRRAJ:

Pois! Eu é que não acredito que se aprenda alguma coisa de jeito sem ser sozinhos a experimentar e por necessidade. Mas pronto, isto sou eu a pensar alto.

Bj

ANDARILHO disse...

P/ JS:

Grupo 520: Biologia e Geologia.
Já podias ter perguntado há mais tempo, sou um livro aberto (para azar de alguns ;)).

Bj

(não tenho cara de ser deste grupo?)

just me disse...

Vê lá tu bem do que eu me livrei!...O que não significa que já tenha as minhas 25 horas de formação... nada disso! Vou ter de arranjar qualquer coisa mais interessante e rápido!...
Diz lá que se eu também tivesse a "frequentar" a dita acção não seriam as 6 horas mais bem passadas da tua semana?!?! :P

Bjs

ANDARILHO disse...

P/ just me:

Se julgas que eu estou muito importado com aquilo, enganas-te. Não faço nada. Finjo que faço. Entretanto na última sessão descobri que não sou o único. Ninguém percebe nada e está toda a gente a fingir. Um pagode. Ias gostar. :P

Beijo

Malena disse...

Ups! Mais uma a entrar no grupo dos profs que são (de)formados pelos centros de formação de professores. Botem martírio nisso! Dou por mim a comportar-me tal e qual os alunos a quem chamo a atenção todos os dias... :p

ANDARILHO disse...

P/ Malena:
Tal e qual eu. Só estou à espera de ser chamado a atenção. A diferença é que eu, não conseguindo estar calado, em menos de nada respondo logo torto.
;)