segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Nada como ser refilão. Tudo se resolve, até as leis são cumpridas num ápice.

Se há coisa que eu leio é a legislação (e a revista Sábado e ainda a Dica do Lidl). Tudo o que me diga respeito directa ou indirectamente, eu sei. Pena é quando a maioria não sabe ou sabe mas tem receio de fazer valer os seus direitos. Porque dá maçada e porque se arranjam conflitos com os superiores hierárquicos.

No início da semana passada resolvi fazer uma reclamação na escola, por escrito. De boca não deu, escrevi e avisei que demorasse o tempo que demorasse eu queria o cumprimento da legislação. Fiz logo ainda saber que se fosse caso de recorrer a tribunal, não teria problema. Remédio santo. Com a chegada da inspecção hoje, o assunto resolveu-se (a meu favor, é claro ;)).

Não percebo é porque é necessário pedir. Parece que se está a exigir uma coisa do outro mundo e que queremos mais do que aquilo a que temos direito. Mas ainda há uma coisa que eu não entendo. Se sabem que eu refilo e que não acato decisões que não tenho de acatar, porquê que insistem em testar-me a toda a hora?

Depois ainda há os que dizem que eu tenho tudo quanto quero na escola. E que faço assim porque já lá estou há muito tempo e porque sou do quadro e sei lá o que mais. Mas eu também não me esqueço do pé de vento que arranjei no dia em que me fui apresentar pela primeira vez na escola. É que era o meu primeiro dia e não conhecia ninguém… Pois!

Beijos e Abraços

2 comentários:

Madame Butterfly disse...

Estou contigo!! Eu também tenho fama de ser refilona e de conseguir tudo o que quero...o que as pessoas não entendem é que ser refilão dá trabalho. E ficamos sempre com fama de sermos os maus da fita. E isso ninguém quer...ahhh pois é. Mas não se pode ter o melhor de dois mundos.

ANDARILHO disse...

P/ Madame Butterfly:
Pronto, estás comigo já estou mais descansado! Mas é isso, a passividade de muita gente complica-me com os nervos. Muitas vezes até sabem que não é asssim que deve ser feito mas quando pensam na possibilidade de reclamar logo desvalorizam e dizem que até não faz muito mal fazerem o que lhes mandam...