domingo, 19 de setembro de 2010

Eu tento. Juro que tento ser um nadinha mais organizado, não deixar as coisas para a última, enfim, modificar-me. Mas depois acontecem-me todo o tipo de imprevistos e eu desmoralizo. Vou dar um exemplo. Na semana passada levei um dia inteiro a planificar as aulas todas deste período. E assim fiz, deixei tudo pronto, só precisava depois fazer os testes de avaliação. Não sei o que aconteceu mas perdi aquilo tudo no PC da escola. Quase que juro que gravei mas já corri tudo e não encontro. Resultado, amanhã de manhã vou ter duas aulas e não sei ainda o que vou fazer. Pior, agora não me apetece pensar. Estou de fim-de-semana e nestes dias (ok, muitas vezes também nos outros) não me apetece fazer nada. Apetece-me conversar.

Em relação à viagem do Verão, como já passou muito tempo, já não acho que venha a propósito contar as coisas. Mas já agora, conto outro imprevisto. Perdi mais uma vez um avião. Desta vez entre Estocolmo e Praga. Como se vê, isto comigo já é um clássico. Nas últimas 4 viagens que fiz já consegui a proeza de perder 3 aviões. Alguém me supera?

Beijos e Abraços

6 comentários:

Carpe Diem disse...

"Nas últimas 4 viagens que fiz já consegui a proeza de perder 3 aviões. Alguém me supera?". Não deve ser fácil!Como é possível? E depois, que aconteceu?
Carpe Diem

ANDARILHO disse...

P/ Carpe Diem:

Pois não é fácil. Uma pessoa não se habitua. Mas depois logo a seguir também pensa: para quê andar a irritar-se com pormenorzinhos deste tipo? E o que se faz? Procura-se net o mais depressa possível, procura-se novo voo ali mesmo em cima do joelho (fazem-se figas para que existam voos ainda nesse dia para o sitio onde queremos ir), fica-se com os nervos em franja com o preço do novo bilhete, passamos mal um bocadinho e depois concluímos que estamos por tudo e pagamos com o Visa. Depois fazemos uma força para pensar que não gastamos este dinheiro, fazemos de conta que fomos roubados ou coisa do género e que pronto, ao menos estamos vivos. E parte-se para outra. É muito simples perder aviões. Quem viaja comigo já se apercebeu bem dessa facilidade. Num instante e olha, já perdemos... LOL

;)

Carpe Diem disse...

LOL
:)))

E... Carpe Diem!!!!Pois acho que nada poderá exprimir melhor esse estado de espírito!

Carpe Diem!

Eduarda disse...

É tentar olhar para a vida com um zoom mais alargado e vais ver que isso não é nada :)

ANDARILHO disse...

P/ Eduarda:

Pois não é nada. Eu até quando estou neste tipo de situações muitas vezes relativizo-as e penso que são este tipo de coisas que nos fazem rir mais tarde e que nos dão história de vida.

Eduarda disse...

Concordo.
Tudo direitinho não tem piada nenhuma.
Com a maturidade vê-se tudo com outros olhos.