domingo, 20 de fevereiro de 2011

Durante anos achei os galos de Barcelos um horror. Tinha um em Odeceixe, enorme, mas não ligava nenhuma. De há uns dois anos para cá, nem sei porquê, comecei a achá-los giros. Entretanto o galo que estava em Odeceixe já tinha desaparecido nas obras que houve lá em casa. Fiquei, então, à espera de um dia destes encontrar um para comprar. Do nada, um dia destes lembrei-me de perguntar à JS onde morava, pois tinha uma leve impressão que era de Barcelos. Quando respondeu que sim, que morava lá, falei-lhe do galo e até estava a pensar que um dia que lá o fosse comprar, poderíamos encontrar-nos para um coffee. Muito rapidamente, quando lhe falei que queria comprar um, ela disse que me dava. Fiquei um bocadinho sem jeito, mas lá acabei por lhe dar a minha morada. Pouco tempo depois lá estava o galo instalado na minha sala, do tamanho que eu queria e giro como eu imaginava. E ainda tive direito a um galo pequenino, uma andorinha e uns presentes para a Maria e Gongom. Tudo giro.

Obrigado, JS

Beijo 

2 comentários:

JS disse...

O galo é lindo, mas as andorinhas do Bordalo são a minha perdição...
Um dia vou encher uma parede delas e vais roer-te de inveja.

Beijinhos

ANDARILHO disse...

P/ JS:

As andorinhas de Bordalo são como aquela que me mandaste de brinde? Também gostei, tenho ao lado do galo (não estava ainda quando tirei a foto).
Entretanto o galinho mini faleceu. A minha Zarinha sentiu-se preterida e atirou-se a ele. É bebé, depois faz aquelas caras giras, um gajo derrete-se e diz só: ai, ai, ai Zarinha, da próxima vez apanhas uma palmada. Estou à espera que cresca para dar fim à gata.

Obrigado, mais uma vez.

Beijo