sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Custa-me sempre tanto recomeçar a trabalhar. Fico sempre a pensar que o bom tempo está a acabar e que vou ter de esperar tempos sem fim para que as férias de verão voltem outra vez. O horário até é bom, com 2ª de manhã e 6ª à tarde livres. O problema é mesmo TER de trabalhar.
Este verão foi tão diferente. Foi o primeiro em que quase não estive com os miúdos, que se cravaram na casa do meu pai as férias todas.
Levei os primeiros 15 dias de agosto na esperança que o tempo não passasse e na dúvida se iria viajar nos segundos 15 dias, como tinha previsto. A pessoa que ia comigo não pôde ir. Não dava para alterar a data da viagem, nem para mudar o nome, nem para ser reembolsado. Decidi ir quase na hora.
Fui sozinho e, pela primeira vez, estive sempre acompanhado. Sempre com vontade de chegar ao hotel e contar tudo. 
Gostei tanto deste verão.
B. e A.

2 comentários:

Anónimo disse...

É sempre um prazer ler-te, porque fazes a vida simples; ainda bem que voltaste.

PS: parece que temos uma amiga/conhecida em comum na minha terra...

Um abraço do homem que tem medo dos bandidos.

ANDARILHO disse...

P/ homem que tem medo dos bandidos:
Olha pois temos. Ela disse-me logo isso. Já não tenho o teu telemóvel, aliás, quase nenhum. Ando em angariação de números porque perdi pela milésima vez o telemóvel.
Abraço