sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Quando tudo parece certinho, logo acontece alguma coisa para estragar. Retoma-se, então, o habitual: os enredos.
Tinha três bimbys em casa. Embora usasse as três, não tinha lugar para enfiar uma delas que estava sempre a entrar e a sair do saco de transporte que estava arrumado exatamente no meio da minha cozinha. Como tinha comprado a bimby mais velha no olx depois de ter perdido a minha primeira, resolvi voltar ao olx e vendê-la pelo preço que a comprei há uns anos. E assim foi, vendi, fui entregá-la a Faro a um escritório de um advogado e voltei com o dinheiro no bolso.No próprio dia torrei todo o dinheiro. Nem cheguei a entrar em casa com ele. De qualquer forma, até hoje, estava tudo a correr muito bem. 
Hoje fui fazer o jantar na B5 e resolvi utilizar a varoma. Então não é que a porra da varoma não encaixava? Percebi de imediato o que tinha acontecido. Quando vendi a bimby ao advogado, dei-lhe por engano a varoma da B5, que é quase igual. Retirei tudo da B5 para a TM31 e segui com a receita para acabar o jantar.
Entretanto, depois de 2 telefonemas, o gajo do olx lá me atendeu e combinei com ele ir trocar.
Esse também se meteu num enredo sem ter dado conta. Quando me comprou a bimby para oferecer à mulher no natal, não sabia que já tinha saído um modelo novo. Agora gostava de ver  a cara dele quando vir a cara da mulher ao perceber que o marido lhe ofereceu uma bimby que já não é comercializada e que de certeza a comprou no olx. Pior vai ser quando reparar que a tampa da varoma está toda baça e riscada e que a tampa do copo está semi-defeituosa porque eu a derreti um bocadinho na minha placa de vitrocerâmica. Estou para ver.
B. e A.

Sem comentários: